segunda-feira, 7 de março de 2016

Lenda da Lagoa das Furnas

     Há muito tempo atrás, na ilha de São Miguel, nos Açores, havia uma localidade com muitas casas pequenas, onde viviam pessoas muito felizes.
     Um dia, um rapaz foi buscar água a uma fonte, para beber, mas a água estava salgada. Espantado e com medo que fosse um sinal de que alguma coisa má ia acontecer, correu para casa e chamou o avô:
     - Avô! Avô! A água está muito estranha! Temos que avisar as pessoas!
     Ninguém quis saber. Não acreditaram e continuaram o que estavam a fazer.
    O avô e o neto resolveram subir ao monte mais alto para ver o que se passava. Viram, nas lagoas próximas, os peixes a saltarem para a terra.
    Voltaram a correr para a sua localidade, mas esta tinha desaparecido e no seu lugar estava uma grande e bonita lagoa que hoje conhecemos por Lagoa das Furnas.
     As casas e os habitantes da localidade estariam no fundo da lagoa, e, ainda hoje, as pessoas de São Miguel, dizem que as bolhas que surgem nas suas águas (gás vulcânico) são as mulheres, que vivendo na lagoa, estão a aquecer o forno para cozer pão de milho.

1 comentário:

Maria da Luz Borges disse...

Obrigado. Gostámos muito!