quarta-feira, 25 de novembro de 2015

Lenda da Batalha da Salga



Após a morte dos reis D. Sebastião (1578) e D. Henrique I (1580), D. António, Prior do Crato, chegou a ser aclamado rei de Portugal, a 9 de junho de 1580, mas pouco tempo depois, Portugal passou a ser governado pelo rei de Espanha, Filipe II.

D. António refugiou-se na ilha Terceira, no arquipélago dos Açores, o único ponto do país que ficou do seu lado.

Conta a lenda que no dia 25 de julho de 1581, D. Brianda Pereira, nobre senhora terceirense casada, com Bartolomeu Lourenço, estava descansada em sua casa, na freguesia do Porto judeu.

D. Brianda Pereira: Que belo dia! O sol brilha, o céu está limpo e o mar está calmo.

De repente, a armada castelhana de D. Pedro de Valdez, que tinha mais de mil homens, desembarcou na baía da Salga e atacou a povoação.

D. Pedro de Valdez: Vamos atacar esta ilha! Vamos desembarcar nesta baía!

Na freguesia atacada só havia cinquenta homens habituados a combater e havia poucas armas.

Bartolomeu Lourenço: O que vamos fazer? Somos poucos para defender a nossa bela ilha! Adeus minha bela amada! Não sei se volto desta batalha!

Logo a seguir, D. Brianda Pereira chamou as mulheres e os velhos, armou-os com pás e enxadas e mandou-os combater.

D. Brianda Pereira: Vamos ajudar os nossos homens!

Mais tarde, Frei Pedro de Santo Agostinho foi buscar gado bravo e enxotou-o contra os castelhanos.

Frei Pedro: E se juntássemos os touros, lhes pegássemos fogo à cauda e os levássemos contra os castelhanos?

Por fim, os castelhanos fugiram para o mar com medo dos touros, mas voltaram passado pouco tempo, e Portugal, na sua totalidade, foi governado por reis espanhóis durante sessenta anos.
Monumento - Batalha da Salga

Lenda da Criptoméria e do Pardalito

Conhecem esta lenda de algum lado?



Pois é! É a lenda da nossa festa de Natal do ano passado, mas desta vez, trabalhada pelos meninos do 2º e 3º anos, Turma B, da escola de Vale de Figueira, Montemor-o-Novo.

segunda-feira, 16 de novembro de 2015

quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Quadras ao São Martinho


É tempo de São Martinho,
Vamos todos festejar.
Acende-se a fogueira
Para as castanhas assar.
João
Comemos castanha assada,
No dia de São Martinho.
E vamos à adega
Provar o bom vinho.
Joana
Na noite de São Martinho,
Há castanhas a assar.
Há meninos e meninas
Na rua a brincar.
Sara
Castanhas quentinhas 
Ao lume a estalar.
Nós vamos assá-las
Até nos fartar.
Beatriz
Meu querido São Martinho,
Meu Santo bondoso,
Não te esqueças de mim
E torna-me mais estudioso.

No São Martinho
Há fogueiras e castanhas a assar.
Não te esqueças de ir ao BLOGando
Ver o que a professora anda a publicar.
Francisca R.

terça-feira, 10 de novembro de 2015

terça-feira, 3 de novembro de 2015

Monumentos de Angra do Heroísmo

Clica nas imagens de alguns monumentos de Angra e constrói os puzzles.


Fortaleza de São João Batista


Monumento militar de grandes dimensões que se situa no Monte Brasil e foi construído durante o domínio espanhol em 1593.
Estátua de Álvaro Martins Homem
Descobre quem foi Álvaro Martins Homem e porque foi importante para a cidade de Angra do Heroísmo.
Onde podemos encontrar a sua estátua?
Deixa as respostas num comentário.

segunda-feira, 2 de novembro de 2015

Comportamento 100% em outubro

Durante o mês de outubro, avaliámos, no Class Dojo, o nosso trabalho, o comportamento e a nossa pontualidade. Quem fizesse resumos grandes ganhava dois pontos e quem fizesse resumos pequenos ganhava um ponto.
Vimos que a Mariana tinha mais pontos.
A professora deu um colar de rebuçados à Mariana e os outros começaram a bater palmas.
Nós todos gostámos que a Mariana ganhasse no Class Dojo.
Gostei muito do bom trabalho que a minha amiga fez.
Francisca F.
(com ajuda da Diana)

domingo, 1 de novembro de 2015

Pão por Deus


No domingo, dia 1 de novembro, à tarde, às 13 horas, eu fui pedir Pão por Deus.
Fui a pé com as minhas irmãs e o meu irmão bebé, mas primeiro, fui a casa da minha madrinha que me deu rebuçados. Também brinquei com o meu primo, que é filho dela.
Fui a uma casa onde me deram uma nota de 20.00 €, depois, fui a outra casa onde me deram mais uma nota de 20.00 €.
Vi a Letícia com as suas duas melhores amigas.
Depois de pedir Pão por Deus, fui jogar futebol com as minhas duas irmãs, a minha madrinha e os meus tios.
Também fomos à Serreta e eu brinquei com o Vinicius e o Simão.
Na minha opinião, foi um dia divertido.
João
(com ajuda da professora)